às 19:44:00

TCCs inovam e se reinventam durante a pandemia

No primeiro semestre de 2020, sete cursos do UNIDEP desenvolveram trabalhos de conclusão de curso e, apesar da pandemia e das restrições sociais, devido ao isolamento, alunos e docentes conseguiram inovar nos trabalhos científicos e nas soluções propostas

Durante a pandemia do Covid-19, o Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) precisou inovar e se reinventar em muitos aspectos. Com as aulas sendo ministradas por meio do Regime Especial de Aprendizagem Remota (Rear), atividades de ensino, pesquisa e extensão tiveram que se adequar à nova realidade, o que também compreendeu os trabalhos de conclusão de curso que foram apresentados no final do primeiro semestre letivo de 2020, por alunos dos cursos de Administração, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia de Software, Enfermagem, Nutrição e Publicidade e Propaganda. Como resultado, acadêmicos e professores aproveitaram as oportunidades ofertadas pela tecnologia e conseguiram otimizar as pesquisas científicas, bem como os trabalhos que demandaram atividades e soluções de ordem prática.  

No curso de Administração, por exemplo, na disciplina de Estágio Supervisionado I, ministrada ao 7º período, os alunos atuaram em empresas para que pudessem diagnosticar e sugerir estratégias de gestão. Após o diagnóstico, buscando identificar oportunidades de melhoria, os projetos serão executados na disciplina de Estágio Supervisionado II, a ser ofertada no próximo semestre. “O principal ponto compreendido é a importância do método científico, pois os alunos vivenciam, na prática, a relevância do tema que estão propondo e, principalmente, da metodologia que pretendem sugerir para dirimir tal situação, que contempla a realidade do mercado de trabalho e também possui relação direta com a pesquisa acadêmica, pois, a partir da supervisão dos professores, as ações são embasadas cientificamente”, aponta o coordenador do curso de Administração, professor Me. Ronaldo Bieber.  

A prática é a principal característica dos trabalhos realizados no curso de Engenharia Civil, nas disciplinas de TCC I e II, ministradas aos 9º e 10º períodos, pois os projetos desenvolvidos pelos alunos contemplam protótipos, testes e análises dos objetos de estudo. “Muitos trabalhos buscam formas alternativas para a Construção Civil, como a reutilização de resíduos, os benefícios de práticas sustentáveis e socioambientais, associando alternativas e soluções para casos reais. O incentivo à pesquisa e sua relação com a prática é uma marca do nosso curso, o que acontece com as Oficinas Integradas. Todo semestre, desde o primeiro até o oitavo período, essa disciplina exige um artigo científico. Do 9º ao 10º períodos, nas disciplinas de TCC, vemos a concretude de toda a trajetória, com premiação em concursos, aprovação de artigos em periódicos, projetos virando empresas e até a inserção de egressos na pós-graduação stricto sensu”, enaltece o coordenador do curso de Engenharia Civil, professor Me. Tobias Jun Shimosaka.  

Abordagem semelhante, de associação entre teoria e prática nas disciplinas de TCC I e II, acontece no curso de Engenharia Elétrica, com destaque para a aplicação de soluções na indústria e no setor de serviços. “Mesmo com a pandemia e a impossibilidade de utilização dos laboratórios, os trabalhos não deixaram de abordar a prática profissional. Na medida do possível, foram adaptados e conseguiram atender aos objetivos propostos no início do semestre. Evidencia-se, ainda, a importância da pesquisa científica para a formação do engenheiro, visto que a mesma possibilita a inter-relação entre as diferentes áreas da Engenharia Elétrica. São em momentos como esses que o aluno percebe que todos os conteúdos abordados durante o curso estão, de alguma forma, interligados”, salienta o coordenador, professor Me. Ricardo Bertoncello.    

Já no curso de Engenharia de Software, a disciplina de TCC I foi ofertada ao 7º período e ministrada pelo professor Me. Luiz Fernando Rigatti. Segundo ele, os trabalhos demonstraram a aplicabilidade dos conceitos adquiridos no curso, com associação direta a abordagens inovadoras e interdisciplinares. “Relacionamos diferentes áreas do conhecimento, tivemos também trabalhos voltados à segurança dos dados digitais, segurança pública, saúde e, inclusive, astronomia, o que demonstra a percepção e potencial dos nossos alunos, que, mesmo durante a pandemia, souberam ir além, pois foram estimulados a se reinventar”, destaca o professor.  

As bancas de TCC II, do 9º período do curso de Enfermagem, demonstraram o crescimento e o desenvolvimento dos alunos. “Conseguimos evidenciar a qualidade dos trabalhos, bem como o olhar empático do enfermeiro frente aos problemas de saúde na atualidade. Os trabalhos apresentados dividiram-se em revisão integrativa e estudos epidemiológicos. Apesar das limitações para o trabalho de campo, devido às orientações de isolamento social, alunos e seus orientadores conseguiram se inspirar e trabalhar com temas atuais, que permearam o processo de cuidar em diferentes contextos (hospitalar, saúde pública, saúde mental, entre outros). Tivemos, também, estudos iniciais sobre o manejo de pacientes com Covid-19”, pontua a coordenadora adjunta do curso de Enfermagem, professora Ma. Heidy Dall' Orto Hellebrandt.  

No curso de Nutrição, o 9º período vivenciou a experiência do TCC II, com o desenvolvimento de trabalhos nas mais diversas áreas de atuação do profissional nutricionista, dentre elas, abordagens da Nutrição Clínica, envolvendo doenças crônicas não transmissíveis, cuidados no período gestacional, aleitamento materno, Banco de Leite Humano, nutrição funcional, vegetarianismo, nutrição esportiva, saúde coletiva e Unidades de Alimentação e Nutrição (UAN). “Os temas trouxeram soluções para assuntos de grande relevância para a sociedade. Os trabalhos de conclusão de curso vêm sendo desenvolvidos desde o segundo semestre de 2019, oportunizando aos acadêmicos contato com a pesquisa e com estudos científicos pautados em evidências e relevância na área da Nutrição”, completa a coordenadora do curso, professora Ma. Anelise Jaeger Barancelli.  

Para o curso de Publicidade e Propaganda, a associação da profissão com temáticas sociais contempla a etapa final da graduação, por meio da disciplina de Projeto Experimental II, ministrada ao 7º período. Neste ano, os trabalhos demonstraram a relação interdisciplinar da Comunicação Social com temas ligados à Educação, Inclusão, Acessibilidade, Comunicação Pública, Meio Ambiente, Arte, Cultura, entre outros. Para tanto, os trabalhos contaram com artigos científicos e desenvolvimento de soluções, produtos e protótipos, somando-se a campanhas publicitárias. “É muito gratificante acompanhar a caminhada dos nossos alunos até chegarem nesse momento da formação, em que a concretude de tudo o que aprenderam volta-se a demandas sociais reais. Dessa forma, cumprimos o nosso papel, oportunizando uma formação humanizada e contribuindo para o desenvolvimento da comunidade”, salienta o coordenador, professor Me. Claudio Müller.    

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: