às 14:26:00

Internacionalização conecta cursos do UNIDEP à Áustria e Portugal

A austríaca Anna-Valerie Eddeger apresentou como é o sistema de saúde em seu país, para alunos dos cursos de Direito, Estética e Cosmética, Enfermagem, Fisioterapia e Psicologia. Já no curso de Publicidade e Propaganda, a professora Ma. Leoní Serpa, doutoranda pela Universidade Fernando Pessoa (UFP, Portugal), falou sobre a história das revistas ilustradas no Brasil

Na última terça-feira (03/05), o Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) realizou duas atividades de internacionalização. A Pró-Reitoria de Pós-graduação, Pesquisa, Extensão, Inovação e Internacionalização (PROPPEXII) promoveu a primeira edição do “UNIDEP Health Care Talks”, que abordou a estrutura de saúde na Áustria, com a participação presencial de Anna-Valerie Eddeger, graduada em Farmácia pela Karl-Franzens-Universität Graz - Áustria. No curso de Publicidade e Propaganda, o 1º período, por meio da disciplina de História da Comunicação, teve uma aula remota com a professora Ma. Leoní Serpa, doutoranda em duas instituições em modalidade cotutela: Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) e Universidade Fernando Pessoa (UFP, Portugal).

O UNIDEP Health Care Talks reuniu mais de 120 alunos, dos cursos de Direito, Estética e Cosmética, Enfermagem, Fisioterapia e Psicologia. “O objetivo principal foi oferecer aos alunos uma possibilidade de enxergar novos e maiores voos para suas carreiras, por meio de um evento oficial bilíngue, fortalecendo assim as nossas parcerias internacionais”, pontua o coordenador do Setor de Mobilidade Acadêmica e Internacionalização do UNIDEP, professor Me.  João Faccio.

A participação de Anna-Valerie Eddeger ocorreu por meio do Rotary Club de Pato Branco -Alvorecer. “Anna veio ao Brasil em uma incursão para compreender melhor as estruturas e processos relacionados a serviços de saúde. Assim, pôde encantar-se com nossa estrutura e também despertar o interesse dos alunos em sistemas de saúde e padrões profissionais na Europa”, ressaltou.

A mulher brasileira na Revista O Cruzeiro

A professora Ma. Leoní Serpa é autora dos livros “A Máscara da Modernidade: a Mulher na Revista o Cruzeiro (1928-1945)” e “Modernidade Mulher, Imprensa: a Revistas O Cruzeiro no Brasil de 1928-1945”, e foi justamente este o tema da sua fala para o 1º período de Publicidade e Propaganda: o papel das revistas ilustradas na Comunicação brasileira. O momento foi ainda mais especial, pois Leoní já lecionou nos cursos de Comunicação Social do UNIDEP.

“A história não é feita de fatos mortos, eles ficaram no passado, mas ainda inferem e impactam o momento presente, e muitas vezes interagem com o próprio futuro. A história das revistas ilustradas no Brasil é fundamental para compreendermos o papel que exerceram naquela sociedade e naqueles tempos, mas não só, para aprendermos com a evolução das suas narrativas, dos seus formatos e linhas editoriais, sobre o evoluir da produção fotográfica, entre outros”, pontuou Leoní.

No caso da Revista O Cruzeiro, o periódico revela-se enquanto importante objeto de estudo para compreender a história da publicidade no Brasil. “Quando estudamos como os leitores assimilavam as notícias e as peças publicitárias naqueles anos, compreendemos sobre o significado da nossa mídia brasileira. São construções que vêm ao longo dos anos e que refletem no atual cenário, no tempo presente. Estudar sobre estas revistas é abranger sobre estereótipos e o papel da mulher brasileira, numa relação muito estreita com a publicidade e a propagada, nas mais variadas formas”, completa.

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: