às 21:09:00

Professora do UNIDEP conclui Doutorado em Ciências da Saúde

A docente e farmacêutica, Denise Bianchin Gomes, propôs um mecanismo de ação farmacológico inovador, a partir do estudo da depressão e da úlcera gástrica

A professora dos cursos de Enfermagem, Estética e Cosmética e Odontologia, Denise Bianchin Gomes, defendeu sua tese de Doutorado na última quinta-feira (31/03), pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências da Saúde da Unochapecó, na linha de pesquisa Saúde e Ambiente. Seu orientador foi o professor Dr. Walter Antônio Roman Junior. Sua pesquisa, intitulada “Avaliação das atividades tipo antidepressiva e gastroprotetora do extrato hidroalcoólico de Aloysia citriodora e verbascosídeo em camundongos”, representa um estudo inovador sobre depressão e úlcera gástrica.

Segundo a professora Denise, estima-se que 322 milhões de pessoas possuem depressão no mundo; na América Latina, o Brasil é o país com maior índice de indivíduos depressivos. “A depressão é considerada um dos transtornos mentais que mais acometem a população e a úlcera gástrica também constitui-se enquanto um grave problema de saúde pública. Meu estudo visou propor uma nova alternativa farmacológica para ambas as doenças, pois ainda não há fármacos disponíveis para a população por meio da via farmacológica estudada. Hoje, temos fármacos já consolidados no mercado, com mecanismo de ação já conhecidos. O que eu pesquisei foram causas que ainda estão sendo estudadas, mas que devem ser elucidadas”, explica.

Denise indica, ainda, o caráter inovador da sua tese. “Estudos apontam que essas doenças ocorrem não somente pelo o que já temos na literatura, mas por outras vias desencadeadoras, como avaliação de níveis de marcadores pró-inflamatórios e reação de estresse oxidativo (EROs). Baseado nisso, estudei essas vias em camundongos e propus um mecanismo de ação farmacológico inovador, diante de marcadores pró-inflamatórios e EROs, no qual comprovei a eficácia do seu extrato, bem como da substância majoritária. Isolamos o constituinte majoritário, o Verbascosídeo, por meio de análises químicas como CCD, CLAE, RMN-H, RMN-C e EM”, salienta.

Para ela, o estudo pode impactar positivamente na sociedade, representando ainda uma extensão da sua atuação docente. “Enquanto farmacêutica e docente, minha missão é pensar na saúde e no bem-estar da população, oportunizando melhor qualidade de vida para essas pessoas. Espero que meu estudo contribua para que tenhamos medicamentos que possam auxiliar nesta terapia medicamentosa, e que mais pesquisas surjam pensando em novas alternativas farmacológicas”, ressalta.

Denise possui Mestrado em Ciências da Saúde e atua como docente do UNIDEP desde 2017. Já integrou os colegiados dos cursos de Fisioterapia e Medicina. Atualmente, leciona nos cursos de Estética e Cosmética (Bioquímica e Fitocosmetologia), Enfermagem (Farmacologia Clínica e Exame Diagnóstico) e Odontologia (Bioquímica).

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Foto: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: