às 14:39:00

Estudos em Multiversidade debate história, gênero e diversidade

Lançamento do projeto aconteceu nesta quinta-feira (25/03), reunindo mais de 350 participantes. O debate foi conduzido por professores da UTFPR, UNIOESTE e IFPR

Na noite desta quinta-feira, dia 25, o Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) viveu o lançamento do Projeto Estudos em Multiversidade, promovido pelo Núcleo de Apoio Pedagógico e Experiência Docente (NAPED). A primeira ação do cronograma diversificado que ocorrerá no decorrer de 2021, teve como tema central "Sociodiversidade e multiculturalismo" e contou a participação das professoras Dra. Josiane Carine Wedig (UTFPR), Roselí Alves dos Santos (UNIOESTE) e do professor Luiz Fernando Rankel (IFPR).

O encontro reuniu mais de 350 participantes, entre eles acadêmicos dos cursos de Administração, Direito, Estética e Cosmética, Pedagogia, Psicologia e Publicidade e Propaganda, além de estudantes e docentes de diversas instituições de ensino. A organização foi dos colegiados dos cursos de Comunicação Social – Publicidade e Propaganda e Tecnologia em Estética e Cosmética.

Na ocasião, o gerente pedagógico da Direção de Ensino do Grupo Afya, professor Me. Denny Almeida, falou sobre a importância do projeto. “Este projeto nasce da união entre pessoas que acreditam, sonham e fazem acontecer. Com ele, buscamos levar aos alunos e professores noções gerais sobre cidadania, relações humanas e interpessoais, oportunizando uma análise de comportamentos, nas mais variadas esferas, versando sobre meio ambiente, raça, gênero, entre outros”, pontuou.

A Reitora do UNIDEP, professora Ornella Bertuol Antunes, também enalteceu a iniciativa. “Os Estudos em Multiversidade vêm para nos pôr a pensar sobre temas tão importantes e relevantes para a nossa humanização e formação, que explicam muito sobre as nossas posturas e comportamentos, e muitos deles precisam ser repensados na sociedade atual. Que a partir desse projeto, possamos refletir e colaborar, ainda mais, para a formação cidadã dos nossos alunos, que enquanto profissionais possam contribuir para a construção de uma sociedade cada vez melhor para todos, respeitando a diversidade cultural que nos caracteriza”, salientou.

A coordenadora do NAPED, professora Elisa Denardi Tessaro, destacou a relevância do debate realizado na noite de lançamento, especialmente porque a diversidade sociocultural está inserida nas mais variadas áreas do conhecimento. “Este encontro mostrou a importância do respeito e da promoção à diversidade nas mais diferentes áreas de graduação, o que confirma o potencial do Projeto Estudos em Multiversidade, bem como a essência da noite de hoje, constituída por estudantes e professores de múltiplas áreas e que podem contribuir, sim, para a efetivação de uma sociedade cada vez mais plural, humana e justa”, completou.

Os palestrantes

Na ocasião, o diálogo sobre o  papel da história perante à diversidade de identidades, a partir da realidade brasileira e paranaense, foi conduzido pelo professor Me. Luiz Fernando Rankel, docente de História do Instituto Federal do Paraná (IFPR), mestre em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR), doutorando em Desenvolvimento Regional pela Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), representante do Núcleo de Estudos Afro-brasileiros e Indígenas (NEABI/IFPR) e membro do Grupo de Estudo sobre Universidade (GEU/UTFPR). 

A contribuição dos estudos de gênero no debate voltado à diversidade e suas interseccionalidades foi explanada pela professora Dra. Josiane Carine Wedig, docente do Departamento de Ciências Humanas e do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Regional (PPGDR) da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). Ela é doutora em Ciências Sociais pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro e líder do Grupo de Pesquisa Gênero, Juventude e Cartografias da Diferença (Artemis/UTFPR).

A professora Dra. Roselí Alves dos Santos falou sobre a diversidade (ou diversidades) em âmbito local e regional. Ela é docente do Mestrado e Doutorado em Geografia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE). Mestra e doutora em Geografia pela Universidade Estadual Paulista (UNESP), com estágio em Pós-doutorado na Universidade de Caen, na França. Roselí também é líder do Grupo de Pesquisa Corpo, Gênero e Diversidade (UNIOESTE).

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: