às 15:28:00

Acadêmicos conhecem histórias de pacientes da Clínica de Fisioterapia

Momento repleto de carinho e gratidão evidenciou a importância da atuação de alunos e professores de Fisioterapia na Clínica Escola do curso, que há 16 anos presta acolhimento e atendimentos especializados à população

Na última quinta-feira (01/09), o curso de Fisioterapia do Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) recebeu pacientes da Clínica Escola, em um bate-papo promovido pelas disciplinas de Anatomia Humana Músculo-Esquelética e Cinesioterapia, ministradas aos 2º e 4º períodos. A atividade foi uma iniciativa das professoras Luane Paula de Souza e Vanessa Tumelero, e buscou sensibilizar os estudantes sobre a importância dos atendimentos ofertados pelo curso, que há 16 anos atende pacientes, das mais variadas faixas etárias e com as mais diversas especificidades clínicas, na unidade escola situada no câmpus.  

A Clínica Escola de Fisioterapia oferta atendimento ambulatorial nas seguintes áreas: cardiologia, neurofuncional, ortopedia, pediatria, pneumologia e reumatologia. Projetos de hidroterapia e equoterapia também são realizados nas práticas de estágio. Esse conjunto de práticas oportuniza uma formação humanizada aos alunos e, sobretudo, contribui para a qualidade de vida da população de Pato Branco e região.

Para estimular ainda mais essa percepção nos estudantes, é que as professoras Luane e Vanessa decidiram reunir alguns pacientes, para que pudessem compartilhar suas histórias de vida e experiências de recuperação a partir do atendimento recebido na Clínica Escola. “Foi um momento muito emocionante, de gratidão e empatia, em que os alunos puderam perceber a importância dos atendimentos fisioterapêuticos que eles realizam durante a graduação. Na nossa avaliação, o evento produziu nos alunos um encantamento, visto que foi visível a emoção em seus semblantes”, pontua a professora Luane.

A acadêmica do 4º período, Gabriela Dain Ortolan, conta que o momento antecipou importantes experiências que ela viverá nas práticas de estágio. “Aprenderemos a lidar com o medo e com a dor do paciente, mas saber o quanto eles confiam em nós, é algo que motiva e emociona. Já haviam me falado o quanto a minha futura profissão é linda, mas eu não entendia a importância dessas palavras até ter contato com os pacientes. Sinto orgulho de ter escolhido a Fisioterapia”, ressalta.

Eloir Goedert participou do encontro. Ele, que é cadeirante, conta que foi o primeiro paciente da Clínica Escola de Fisioterapia do UNIDEP. “O atendimento que o UNIDEP presta aos pacientes é de excelente qualidade, eu recomendo muito, pelo carinho que é dado e pela atenção às pessoas com necessidades específicas. Indico e elogio sempre, pois nunca tive um atendimento de fisioterapia com tanta qualidade como tive ali”, destaca.

O coordenador do curso de Fisioterapia do UNIDEP, professor Me. Michel Henrique Baumer, enaltece a contribuição da Clínica Escola para a formação humanizada dos acadêmicos e também para a consolidação de uma saúde de qualidade para a população. “A Fisioterapia é uma profissão que tem um contato muito próximo com pessoas em condições de fragilidade, em que nossa intervenção pode melhorar a condição de vida desses sujeitos. Por isso, o contato com essa realidade de maneira precoce oportuniza a compreensão desse contexto, o que reflete na consolidação de um profissional diferenciado e com uma práxis mais humanizada”, completa.

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: