às 18:18:00

Colégios conhecem UNIDEP Game e Maratona do Conhecimento

Dois novos projetos estão sendo ofertados a colégios da rede pública e privada de Pato Branco e região, com conteúdos gamificados e oficinas para construção de soluções inovadoras

O Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) está lançando um programa de relacionamento com colégios da rede pública e privada de Pato Branco e região, a partir de dois novos projetos: o UNIDEP na Estrada Game e a Maratona do Conhecimento. Desde a última terça-feira (28/09), a equipe da IES tem se reunido com diretores e equipes pedagógicas para apresentar as propostas. Além de muito conhecimento, as iniciativas ofertarão premiações superespeciais aos alunos que se destacarem, incluindo bolsas de estudo (integral e parciais), Alexas, entre outros.  

O UNIDEP na Estrada Game consiste em uma trilha composta por três encontros, baseados em gamifi­cação e storytelling. Os conteúdos foram criados a partir de metodologias ativas, e contemplam os temas: saúde, inovação e orientação profi­ssional. Ao ­final, o ranqueamento do game oportunizará a premiação das escolas e alunos classificados.

O Game é destinado para estudantes dos terceiros anos de colégios da rede pública. O aluno vencedor receberá uma bolsa de estudos integral. Os alunos classificados entre 2º e 5º lugar receberão bolsas de 30%, em todo o curso. Do 6º ao 10º lugar, os alunos ganharão bolsas de 30%, no primeiro ano de curso. As bolsas poderão ser destinadas a todos os cursos de graduação ofertados pelo UNIDEP, exceto para Medicina.

Já a Maratona do Conhecimento UNIDEP: Ciência, Tecnologia e Saúde, busca estimular a cooperação entre o UNIDEP e colégios das redes pública e privada, a partir da integração entre ciência, tecnologia, inovação e práticas de responsabilidade social, contribuindo para o desenvolvimento regional por meio da educação. A questão norteadora da Maratona é: “como podemos utilizar a ciência e a tecnologia para o desenvolvimento de soluções inovadoras para problemas enfrentados pelos idosos no contexto da pandemia por SARS Cov-2 no Brasil?”.

A grande final da Maratona será no dia 05 de dezembro, no UNIDEP. Até lá, os colégios participantes receberão seis oficinas, ministradas por docentes da IES: Arduino; Criatividade; Dinâmica de grupo e soft skills; Saúde e Tecnologia; Responsabilidade Social; e O­ficina de Preparação para Seção de Pitches. Para poder participar, cada equipe receberá um kit maker arduino, ofertado pelo UNIDEP.

Cada aluno integrante da equipe vencedora receberá uma Alexa e o colégio ganhará um projetor multimídia. Membros da segunda colocada ganharão fones sem fi­o. O terceiro lugar receberá vouchers para 1 ano Deezer, para cada aluno da equipe. A cidade da equipe vencedora também será reconhecida, com um troféu. Para a equipe vencedora da rede privada, a premiação será o primeiro lugar geral, com Alexas para cada aluno e um projetor multimídia para o colégio.

“Essa iniciativa do UNIDEP acompanha a realidade do nosso colégio do campo. Nossos alunos, muitas vezes, se veem distantes de realizar o sonho de entrar na universidade e fazer um curso superior. Por isso, essa oportunidade é muito importante, pois alunos começam a vislumbrar um futuro diferente, percebem-se enquanto atores da sua história, em que o ensino superior torna-se tangível. Já estamos nos organizando para montar a nossa equipe e participar desses projetos, que têm sido muito motivadores”, disse o diretor do Colégio São Roque, de São Roque do Chopim, professor Ricardo Palaro.

A reitora do UNIDEP, professora Ornella Bertuol, ressalta o propósito dos projetos. “Sabemos que a Educação transforma vidas, por isso, a partir da inserção dos nossos professores junto aos contextos e realidades de diversos colégios de Pato Branco e região, queremos encantar os estudantes do ensino médio, despertando ou resgatando o desejo pelo ingresso no ensino superior, para que possamos auxiliá-los na construção dos seus projetos de vida. Tudo isso por meio de iniciativas inovadoras, que oportunizarão a construção de conhecimentos e ideias voltados ao desenvolvimento social da região”, ressalta.

Essa primeira versão do programa é experimental e, por esse motivo, o número de escolas participantes foi limitado. “Queremos entregar conhecimento de qualidade para os alunos, por isso, neste ano, limitamos o número de escolas participantes. Entretanto, no próximo ano, atenderemos um número maior”, explica o coordenador de Planejamento Institucional do UNIDEP, professor Claudio Müller. As escolas que não participarão desta edição, terão outras atividades voltadas à gestão de carreira, empreendedorismo e inovação.

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: