às 14:39:00

NPJ retoma atendimentos presenciais

O Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) retomou os atendimentos presenciais, seguindo todos os protocolos de biossegurança e prevenção ao Covid-19, garantindo o bem-estar da comunidade acadêmica e público externo. Embora as práticas de estágio não tenham parado durante a pandemia, ocorrendo no formato remoto, agora os estudantes voltam a vivenciar a profissão na estrutura do NPJ, com a presença dos assistidos e dos professores do curso de Direito.

A coordenadora do NPJ, professora Ma. Anelícia Verônica Bombana Consoli, enfatiza o ambiente diferenciado existente no UNIDEP. “A estrutura física que dispomos aos nossos acadêmicos é condizente com um escritório modelo, pois conta com salas amplas, equipadas com tecnologia, mobiliário representativo de ambiente jurídico, sala de audiência, tribunal do júri, sala de estudo, biblioteca e sala de observação”, destaca.

Dentre as áreas de atuação do NPJ, destacam-se atendimentos para demandas de família, previdenciário, criminal, empresarial, tecnologia e inovação, como para demandas de direito civil, obrigações, contratos, posse, propriedade, usucapião, direito de vizinhança, tanto para orientação como para propositura de demandas junto ao judiciário.

“Os atendimentos de mediação e conciliação, por meio do convênio com o TJ PR, Cejusc Pré-Processual, ocorrem às quartas-feiras pela manhã. Nos demais dias de semana, são realizados atendimentos de triagem e judicialização de demandas”, pontua Anelícia.

Experiência

A acadêmica Fernanda Cristina Tomazin Ziarski, do 7º período do curso de Direito, enaltece a experiência de participar do estágio presencial do NPJ.  “O momento presencial, em que estamos diante das pessoas, é muito enriquecedor e ainda mais desafiador, pois precisamos lidar com as emoções de cada ocasião e audiência, orientando as partes e conduzindo o atendimento no ambiente físico, o que é muito importante para a nossa formação profissional”, diz.

Por vivenciar o encontro do Centro Judiciário de Solução de Conflitos e Cidadania (CEJUSC), a acadêmica Flávia Regina Tomazin Moser, também do 7º período,  destacou o aprendizado obtido. “Essa experiência nos trouxe confiança, demonstrou que sabemos lidar com os atendimentos, em que nos sentimos seguros, pois contamos com o auxílio do professor orientador. Tudo está sendo conduzido com segurança e distanciamento, utilizamos álcool gel e usamos a máscara em todo o momento do estágio”, ressalta.

Atendimento

A comunidade pode buscar os atendimentos junto ao NPJ enviando e-mail para [email protected], ou entrando em contato pelos telefones (46) 3220-3065 e (46) 9-9916-5906. “É importante fazer o contato prévio para agendar o atendimento presencial, com isso evitamos aglomerações e espera”, completa Anelícia. 

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: