às 14:55:00

Histórias que inspiram: egressa e professora, o coração de Graciela

“Minha família é feita de músicos. Incentivados pelos meus pais, Ana Salete e Pedro, eu e meus irmãos tivemos uma infância marcada pela participação em festivais. O primeiro palco que pisei foi aos 5 anos. Foi ali que a Graciela professora começou a nascer, dessa minha vontade de estar entre as pessoas. A música faz parte de quem sou. Uma vez que a gente canta, canta a vida inteira.

Sempre quis muito estudar, mas cada vez que um dos meus irmãos terminava o ensino médio, meu pai dizia: e agora, como vamos pagar? Minha mãe o acalmava: mas se o Marcos e a Priscila conseguiram, a Graciela também vai! E foi assim. Houve momentos na graduação em que precisei recorrer a financiamentos, mas graças a Deus conseguimos, todos lá em casa estudaram.

Entrei na faculdade em 2009, quando abriu turma noturna para Nutrição aqui no UNIDEP. Não comecei antes porque precisava trabalhar, não conseguiria conciliar o curso integral. Na graduação, vi as várias possibilidades da profissão. A partir do segundo ano, comecei a me interessar pela saúde coletiva e pela nutrição social. Nascia minha paixão pela saúde pública.

Aos 23 anos, fui diagnosticada com um “sopro no coração”. Me formei em fevereiro e em março fiz a cirurgia. Minha família e meu esposo são meu porto seguro. Minha avó materna, Maria Antonia, é outra inspiração, publicou seu livro de poesias aos 73 anos. Com eles aprendi que não temos domínio de tudo, mas que com força e fé podemos vencer.

O mestrado em Desenvolvimento Rural Sustentável na Unioeste me abriu muitas portas, me trouxe muitas perspectivas. Hoje, estou no doutorado que eu sempre sonhei: Nutrição em Saúde Pública da USP. Mas foi do UNIDEP que saí egressa, voltei bolsista de estágio em docência e me tornei professora. Ter sido aluna da instituição onde hoje sou docente, é uma alegria muito grande.

No UNIDEP realizei um sonho e um propósito. Lembro muito de uma professora que disse que eu tinha jeito para a docência. Aqui, aprendi que com a Nutrição posso ser para o outro, ajudar as pessoas e fazer a diferença. Tenho um senso de justiça muito grande e aqui posso exercê-lo. Por tudo isso, eu amo esse lugar, ele faz parte da minha história, é minha segunda família”.

Graciela Caroline Gregolin, 31 anos – Professora dos cursos de Medicina, Nutrição e Odontologia do UNIDEP.

------------

* “Histórias que Inspiram” é um projeto da campanha institucional Ame o UNIDEP, criada pelo Comitê de Guardiões do Clima 2021. A iniciativa busca compartilhar histórias de superação de colaboradores e professores do UNIDEP.

Texto e entrevista: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Foto: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: