às 14:58:00

Deputada Leandre Dal Ponte participa de projeto do curso de ADS

Na disciplina de Negócios Inovadores, acadêmicos estão idealizando soluções tecnológicas voltadas aos idosos. Os projetos buscam estimular a prática de atividades físicas na terceira idade durante a pandemia

Pato Branco é reconhecida pela Organização Panamericana da Saúde (OPAS) e pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como Cidade Amiga do Idoso. Pensando nisso, o curso de Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas está promovendo um projeto  voltado à saúde do idoso, considerando os desafios da temática em tempos de pandemia. A iniciativa acontece na disciplina de Negócios Inovadores, ministrada pelo professor e coordenador do curso, Me. Justino Craveiro Neto. A socialização das ideias aconteceu nesta segunda-feira, dia 22, com a participação da deputada estadual Leandre Dal Ponte, que atua em políticas públicas voltadas à saúde e bem-estar da terceira idade.

O projeto está sendo desenvolvido com turmas ingressantes de 2020 e 2021, em que os alunos estão sendo instrumentalizados para construir propostas de negócios inovadores. Nesse sentidos, eles aprendem sobre as etapas de ideação, como preencher e elaborar o Canvas e organizar a apresentação final de seus pitchs.

“A falta de atividades físicas por parte dos idosos na pandemia é o foco dos trabalhos desenvolvidos pelos alunos. São 14 grupos idealizando propostas com o intuito de oportunizar a prática de exercícios físicos à terceira idade, uma vez que hábitos saudáveis se mostram grandes aliados da saúde e bem-estar, físico e emocional, especialmente para os idosos”, salienta o professor.

Justino enaltece a importância da contribuição da deputada Leandre Dal Ponte nesta etapa inicial de ideação dos projetos. “Conectamos a deputada Leandre à iniciativa pois ela é uma parceria do UNIDEP. A partir das devolutivas apresentadas por ela, os grupos seguem lapidando suas ideias até chegarmos à etapa final, em que socializaremos em formato de pitchs”, conta.

Para a deputada Leandre, o diálogo com o ambiente acadêmico é um momento importante, pois oportuniza a proximidade do legislativo estadual em iniciativas de fomento a ideias inovadoras que, no futuro, podem se tornar negócios de sucesso ou, especialmente, contribuir para a implementação de soluções tecnológicas inseridas em políticas públicas.

“Agradeço a oportunidade de poder contribuir com os acadêmicos e ajudá-los a vislumbrar as oportunidades desse importante projeto, justamente porque a saúde do idoso demanda muitas melhorias e tecnologias que venham a refletir na saúde e na qualidade de vida de pessoas do mundo todo”, diz.

Leandre destaca, ainda, a representatividade do debate diante da realidade nacional. “No Brasil, precisamos criar condições para que a população possa, cada vez mais, envelhecer com qualidade, capacidade funcional, autonomia e independência. Parabéns ao UNIDEP pela iniciativa, uma vez que este movimento é necessário e representa um desafio que devemos superar, especialmente porque representa o nosso respeito e reconhecimento aos idosos”, ressalta. 

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: