às 16:00:00

Metodologia ativa aproxima acadêmicos de Odontologia da realidade do SUS

Roda de conversa realizada com o 5º período de Odontologia contou com a participação de profissionais que atuam na atenção básica da Secretaria Municipal de Saúde de Pato Branco

Aprender com metodologias ativas é muito mais significativo. Um exemplo disso aconteceu na última sexta-feira (26/02), quando o 5º período do curso de Odontologia do Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) realizou uma roda de conversa sobre saúde bucal, na disciplina de Saúde Coletiva II, ministrada pela professora Ma. Graciela Gregolin. A atividade ocorreu dentro das diretrizes de prevenção ao Covid-19 e contou com a participação de Francyanne Rech, dentista e coordenadora de saúde bucal da Secretaria Municipal de Saúde, Aletheia de Cassia Carolino Brumato, dentista da rede, Dayane Boaretto, técnica de saúde bucal na municipalidade e da coordenadora do curso, professora Dra. Christiana Almeida Salvador Lima.

O roteiro de perguntas foi organizado pelos alunos, juntamente com a professora Graciela. De acordo com ela, a atividade promoveu a integração entre os acadêmicos e os profissionais de saúde bucal da atenção básica de saúde do Município. “Momentos assim estreitam os laços entre a nossa Instituição e a comunidade, bem como possibilitam aos acadêmicos conhecerem a atuação dos profissionais de saúde bucal no Sistema Único de Saúde - SUS, dentistas, técnicos de saúde bucal e auxiliares de saúde bucal”, enfatiza.

 A interação com os profissionais de saúde pública é essencial na formação dos acadêmicos de Odontologia. “Assim, nossos alunos podem reconhecer a magnitude do nosso sistema de saúde brasileiro e o impacto deste na qualidade de vida da comunidade. Além disso, conhecem as experiências vivenciadas pelos profissionais, têm oportunidade de esclarecer dúvidas sobre a futura carreira e desenvolvem habilidades como empatia, visão interdisciplinar, cidadania e humanização”, ressalta Graciela.

Graciela enaltece, ainda, a importância da roda de conversa, uma vez que a mesma se caracteriza enquanto uma prática de aprendizagem ativa. “A atividade teve a participação ativa dos acadêmicos do planejamento à realização. Em sala, os alunos criaram todo o roteiro da roda de conversa. As perguntas que conduziram a atividade foram definidas a partir das dúvidas e curiosidades que a turma tinha sobre a saúde bucal no SUS. Além disso, foram os acadêmicos que interagiram com os profissionais durante a roda de conversa. Atividades como esta desenvolvem nos acadêmicos habilidades de síntese, planejamento, liderança, comunicação, expressão, entre outras”, salienta.

A atividade também auxiliará na sequência da disciplina, uma vez que, a partir da roda de conversa, foi possível diagnosticar, pela visão dos profissionais, as necessidades de saúde bucal da população, bem como os pontos fortes e limitações vivenciadas pelas equipes de saúde bucal em tempos de pandemia. “Com estas informações os acadêmicos estudarão os temas diagnosticados e produzirão materiais didáticos, vídeos, cartilhas, folders para promoção de saúde bucal na comunidade, principalmente em contextos escolares”, adianta Graciela.

Os acadêmicos do 5º período do curso de Odontologia do UNIDEP voltarão a atuar presencialmente nas unidades básicas de saúde, escolas e outros pontos da rede de atenção em saúde no próximo semestre, na disciplina de Saúde Coletiva III. No momento, a turma se prepara para realizar atendimentos na Clínica Escola do UNIDEP, que em breve atenderá a comunidade interna da IES, acadêmicos, professores, técnicos administrativos e demais membros da Instituição. Em seguida, os atendimentos serão abertos à população em geral.

------------

Matéria: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Fotos: Alan Winkoski, fotógrafo do UNIDEP

Contato: [email protected]

 


Fonte: