às 14:27:00

Docente dos cursos de Direito e Contábeis defende dissertação de Mestrado

O professor Me. Mauricio Jacobi dos Santos celebra sua defesa de dissertação de Mestrado no Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR)

É com muito orgulho que o Centro Universitário de Pato Branco (UNIDEP) comemora a nova conquista do professor Mauricio Jacobi dos Santos, docente dos cursos de Direito e Ciências Contábeis: a defesa da sua dissertação de Mestrado no Programa de Pós-graduação em Desenvolvimento Regional, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR), ocorrida em 18 de dezembro de 2020. A linha de pesquisa em que o professor dedicou seu estudo foi a de Educação e Desenvolvimento.

Em sua dissertação, Mauricio realizou uma pesquisa com foco em identificar e analisar as representações sociais de acadêmicas dos cursos de Direito e Enfermagem, sobre o trabalho da profissional gestante que desenvolve atividade laborativa em ambiente insalubre. Isso, com o intuito de saber se o texto protetivo celetista, que faz menção específica ao trabalho da gestante pode(ria) inibir ou provocar o desemprego da mulher.

Segundo o professor, realizar a análise desta temática é importante para que o mercado de trabalho passe a garantir equidade de direitos. “A importância é que o mercado de trabalho deve ser alcançado por todos, sem qualquer distinção, devendo-se, inclusive, coibir qualquer tipo de discriminação. De tal forma, seria demasiadamente incoerente que eventual texto legal protetivo viesse a ser o causador de desemprego, ou seja, ao invés de proteger acabar prejudicando e trazendo reflexos sociais negativos. O tema em questão foi, também, objeto da reforma trabalhista e oportunamente deu margem à demanda que tramitou no Supremo Tribunal Federal (STF) que, por sua vez, declarou inconstitucional o texto legal disposto em decorrência da dita reforma, voltando a viger basicamente como antes da reforma”, ressaltou.

Atualmente lecionando como professor orientador e advogado do Núcleo de Prática Jurídica (NPJ) do UNIDEP, Mauricio recorda momentos da sua carreira acadêmica e profissional. “Me formei na Universidade do Vale do Itajaí em 2003. Fiz especialização em Direito do Trabalho e Processo do Trabalho em 2004, pela AMATRA 12. Sou especialista também em Direito Civil e Processual Civil, pela Rojo Consultoria, em 2006. E, agora, Mestre em Desenvolvimento Regional pela UTFPR, 2020. Como profissional, sou advogado autônomo desde 2004, onde me dedico com maior ênfase a área Civil e Trabalhista, em âmbito preventivo e contencioso. Paralelamente, atuo como professor desde 2012 no UNIDEP”, contou.

Como professor, ele ministra diversas disciplinas. “No curso de Direito, leciono as disciplinas de Direito do Trabalho II, Direito Processual do Trabalho e Prática Forense Especial. No curso de Ciências Contábeis, leciono a disciplina de Direito Trabalhista e Seguridade Social”, enfatizou.

Segundo Mauricio, o sentimento de defender a dissertação e conquistar o Mestrado é de realização e aprendizado. “É difícil pontuar o que essa conquista representa, mas, sem dúvidas, significa uma etapa de muito esforço e aprendizado, especialmente pelo fato de que não se deu em área correlata de minha formação, sendo muito mais desafiador e abrangente. Tal fato, levou a um amadurecimento pessoal e profissional bastante importante, que vem surtindo bons frutos em ambos os aspectos, principalmente, me instigando a pensar e repensar continuamente”, concluiu.

------------

Matéria: Julia Gabriela Oldoni, acadêmica do 5º período do curso de Publicidade e Propaganda do UNIDEP

Revisão: Profa. Ma. Jozieli Cardenal Suttili / Jornalista MTB 9268 – PR

Coordenadora da Agência Experimental de Comunicação do UNIDEP

Contato: [email protected]


Fonte: